Celulite atinge maioria das mulheres após a puberdade

0

celulite, aqueles furinhos indesejados que surgem principalmente nas coxas, é muito comum. Tanto que afeta 95% das mulheres, após a puberdade. Ela ocorre devido à existência de um envolvimento desde a camada mais superficial da pele até a mais profunda. Caracteriza-se por afetar as áreas onde o acúmulo de gordura é maior, como as nádegas, culotes, coxas e flancos. Mas ela é passível de tratamento e você pode conhecer um pouco mais agora.

Entendendo mais sobre a celulite

Ela se caracteriza pelo aspecto ondulado da epiderme, tipo “casca de laranja”, em algumas áreas do corpo. Raramente é observada em homens, mas pode ocorrer quando houver algum desequilíbrio hormonal. Não é considerada uma doença, contudo é uma preocupação estética importante para um grande número de mulheres. A celulite tende a ocorrer nas áreas onde a gordura está sob a influência do estrógeno (hormônio feminino), como nos quadris, coxas e nádegas; também pode ser observada nas mamas, parte inferior do abdome, braços e nuca – curiosamente áreas em que é observado o padrão feminino de deposição de gordura. A obesidade não é condição necessária para a sua existência; há mulheres magras com celulite.

Ela é classificada em quatro graus, relacionada com a gravidade da apresentação clinica. Embora ainda não haja um tratamento definitivo para esse problema, as alternativas terapêuticas estão cada vez maiores, e com resultados bastante satisfatórios. Conheça tais graus:

Grau 1 – Sem ondulações ou irregularidades. Ao comprimir a pele, surgem pequenas ondulações e “furinhos”;
Grau 2 – Ondulações e “furinhos” já são percebidos sem comprimir a pele;
Grau 3 – Nódulos claramente perceptíveis. Pode haver dor local;
Grau 4 – Vários nódulos, celulite “dura”. Inchaço, comprometimento da circulação de retorno, pele com aspecto acolchoado.

Uma das maneiras de evitar que esse problema piore é manter uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras, pobre em sal, gorduras e açucares. A prática frequente de atividades físicas aeróbicas também está associada com uma melhora no aspecto geral da celulite, pois estimula a circulação.

Formas de tratar a celulite

Há muitos tratamentos oferecidos, mas é preciso ter cuidado e avaliar com crítica essas propostas que, muitas vezes, têm custos elevados e desproporcionais aos resultados possíveis, por isso a importância de procurar uma profissional de confiança ou que você tenha boas referências. Existem muitos procedimentos sugeridos que apresentam alguma melhora imediata. Entre esses procedimentos destacam-se: a drenagem linfática, carboxiterapia, radiação infravermelha, radiofrequência, ondas de choque ou ondas acústicas e ultrassom focado. Entre os procedimentos que apresentam melhores respostas é possível citar: radiofrequência e carboxiterapia.

Como dito anteriormente, busque auxílio de uma profissional confiável e que possa lhe oferecer as respostas necessárias sobre o melhor tratamento para sua condição, de forma individual.

Dra. Adriana Frota Braga -Fisioterapeuta – Crefito 25481-f             
Clínica Center Fisio e Saúde 85 32683019/986442743
R. Barbosa de Freitas, 1455 – Loja 2 – Aldeota, Fortaleza – CE
 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here