Envelhecimento da pele pode ser tratado com o “peeling de Hetter”

0

O Peeling de Fenol tem sido considerado um dos tratamentos mais eficientes na área de rejuvenescimento facial. Mas dúvidas surgem sobre como funciona esse tratamento anti envelhecimento. Ainda mais pelo fato de existir um método de aplicação um pouco diferenciado, digamos assim. Podemos chamá-lo de “peeling de Hetter”. O nome se dá por conta de seu criador, Gregory Hetter. Um cirurgião plástico americano. Entenda mais a seguir.

Envelhecimento da pele

Cientificamente falando, o envelhecimento se dá por alterações fisiológicas inevitáveis e irreversíveis que acometem todo o organismo, incluindo a pele. Esse processo pode estar ligado a fatores genéticos, mudanças hormonais (envelhecimento intrínseco) e por influências ambientais como luz solar, vento, umidade, doenças dermatológicas, fumo, álcool e alimentação (envelhecimento extrínseco).

envelhecimento cutâneo devido à exposição ao sol é conhecido como fotoenvelhecimento e conduz à degeneração das fibras elásticas e colágenas, ao aparecimento de manchas pigmentadas e à ocorrência de lesões pré-malignas ou malignas. A radiação ultravioleta propicia a formação de radicais livres, elevando o número de reações oxidativas não reparadas, que alteram o metabolismo, são responsáveis pelo envelhecimento precoce e elevam o risco de aparecimento do câncer cutâneo.

É aí que entra o peeling de Hetter…

O peeling de fenol é um procedimento estético responsável por promover o rejuvenescimento facial de uma forma mais natural que outros tratamentos. Para quem não sabe, todo processo de peeling envolve uma espécie de descamação da pele, que elimina as células mortas atingidas pelo envelhecimento. O processo de recuperação após o peeling faz com que o colágeno seja estimulado, e por isso a aparência mais jovem. Muitos alegam que o procedimento com fenol é um pouco mais forte que os demais. Por isso, o peeling de Hetter é considerado diferente.

Segundo o próprio profissional, sua forma diminui a incidência de efeitos locais indesejáveis e reduz o tempo de recuperação, mantendo os resultados cosméticos. Para isso, promove a diminuição da concentração de fenol do método tradicional, que é de 50%, para apenas 33%. Com isso, além dos benefícios já citados, cria-se um feito de peeling profundo por estar associado aos agentes que aumentam sua penetração através da epiderme e derme.

Como funciona o peeling de fenol?

Primeiramente,  é feita uma limpeza e o desengorduramento da pele. Depois, uma solução com fenol é aplicada sobre diversas regiões da pele do rosto. Primeiro a frontal (testa), depois a região infra orbital (em volta dos olhos), região malar (bochechas) e, por último, as regiões perioral e mentoniana (em volta da boca e queixo).

A aplicação sobre cada região costuma demorar, em média, 20 minutos. Após este período, a pele fica branca em decorrência de um processo chamado “coagulação sanguínea”, em que as proteínas do sangue vão para a superfície da pele, conferindo essa aparência congelada (daí o nome “frost”).

Dra. Fernanda Ayres – Dermatologista – CRM 4344 RQE 1362

Endereço: Rua Senador Cândido Ferraz 1250 , 17 andar – Jockey -Teresina Piaui. Contato: (86) 32334131 ou 999653030.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here