Refluxo Gástrico: Entenda como ele pode surgir em sua vida

0
Acid reflux

refluxo gástrico (gastroesofágico) é tido, popularmente falando, como o retorno da comida do estômago para a boca, causando dor e inflamação. Isso acontece quando o músculo que deveria impedir que o ácido do estômago saia do seu interior não funciona como deveria. Há quem tenha passado por essa situação pelo menos uma vez na vida. Seja por ter comido muito ou simplesmente pelo fato de se alimentar e ir se deitar logo em seguida. Até aí tudo bem. Mas quando se torna algo crônico, como parte da vida do indivíduo, merece atenção e um tratamento adequado.

Sobre a doença do refluxo gástrico

Agora, com a voz do profissional, o refluxo é caracterizado como uma doença digestiva em que os ácidos presentes dentro do estômago voltam pelo esôfago ao invés de seguir o fluxo normal da digestão. Segundo o Dr. Giancarlo Búrigo, esse movimento irrita os tecidos que revestem o esôfago, causando determinados sintomas. Entre as causas do refluxo gástrico estão: gravidez, hérnias hiatais, má alimentação, obesidade ou algum desequilíbrio de ácido do estômago.

Sintomas do refluxo gástrico: quando me preocupar?

Quem visita o médico regularmente pode se prevenir do refluxo gástrico através de mudanças na alimentação para evitar complicações. E se você suspeita de algo, seu corpo pode ter razão. Não ignore os alertas para um problema no seu aparelho digestivo. Se você tiver qualquer um dos seguintes sintomas de refluxo, é vital mudar de hábitos e procurar orientação médica:

– Boca seca
– Sensação de amargo na boca;
– Tosses;
– Azia;
– Irritação da gengiva, incluindo sensibilidade e sangramento;
– Mau hálito;
– Regurgitação de ácido ou alimentos;
– Inchaço após as refeições e durante episódios de sintomas;
– Náusea;
– Queimação no estômago que pode subir até à garganta;
– Dor de estômago, na laringe e/ou faringe;
– Arroto;
– Indigestão
– Irritação crônica da garganta.

Causas do refluxo gástrico

Diferente do que algumas pessoas pensam, os sintomas de refluxo não são causados pela presença excessiva de ácido no estômago. Mas o contrário. Alguns pesquisadores apontam que o ácido estomacal insuficiente muitas vezes causa os sintomas. Sem níveis adequados de ácido, a digestão é mais trabalhosa, muitas vezes causando sintomas desagradáveis.

Outro desagrado que pode fazer surgir o refluxo gástrico é a hérnia de hiato. O diafragma é responsável por separar o estômago do peito. Com a hérnia hiatal, a parte superior do estômago se projeta acima do diafragma, permitindo que o ácido escape.

E quem não imaginava, vai se surpreender. A gravidez também pode colaborar para o refluxo gástrico. Durante a gestação, o bebê pode colocar pressão extra sobre a válvula esofágica, causando a liberação de ácido e sintomas de refluxo ácido. O excesso de peso também pode provocar a mesma pressão, permitindo a libertação de ácido. Além disso, a obesidade é frequentemente associada a baixos níveis de ácido do estômago. Por fim, se você tem o hábito de comer demais, saiba que esse também é um culpado. Um estômago excessivamente cheio coloca pressão excessiva sobre o diafragma, fazendo com que o ácido saia e piorando os fatores que provocam o refluxo gástrico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here